jueves, octubre 29, 2020

Ferrari negocia com Roger Penske e está “definitivamente interessada” na Indy

Texto: Geferson Kern (colaborador Brasil do IndyCarLatinos.com)

Com informações de: IndyStar.com

Proprietário da Fórmula Indy e do Indianapolis Motor Speedway desde novembro de 2019, Roger Penske revelou que ele mesmo está em tratativas com a Ferrari para que a montadora italiana ingresse na Indy em 2022, quando entram em vigor os novos motores da categoria. Assim, a marca do cavallino rampante se juntaria a Honda e Chevrolet como responsável pelo fornecimento de motores às equipes.

«Eu estou pessoalmente envolvido nisso ao lado de Jay Frye (presidente da IndyCar, entidade organizadora do campeonato da Indy), desenvolvendo um processo com a Ferrari», revelou Penske ao jornal The Indianapolis Star.

«Eu falei com eles na última semana e Jay também. Se eles tomaram uma decisão? Ainda não. Mas eles estão definitivamente interessados em vir», declarou Roger.

Um dos entraves para a chegada da Ferrari à principal categoria de monopostos dos EUA seria o desejo dos europeus em produzir seu próprio carro. Desde 2012, a exclusividade no fornecimento de chassi aos times é da Dallara. Entretanto, o dono do time pelo qual já passaram os brasileiros Emerson Fittipaldi, Gil de Ferran e Hélio Castroneves indicou que as duas fábricas italianas tem conversado a respeito.

«Eles estiveram com o pessoal da Dallara. Nós demos a eles as informações que precisavam e eles possuem dados de alto nível», disse Penske, em referência às conversas com a Ferrari.

A casa de Maranello também recebeu informações sobre os motores da categoria, já que uma das empresas da Penske Corporation é a Ilmor, responsável pelo desenvolvimento dos motores Chevrolet da Indy.

«Nós temos um grande relacionamento com a Chevrolet e sabemos os custos que estão envolvidos, então nós podemos dar uma ideia real sobre todos os obstáculos que precisam ser enfrentados para quem deseja se tornar um fornecedor de motores de forma muito transparente», disse o Capitão ao IndyStar.

A declaração de Penske vem um mês após ele confirmar em entrevista que a Ferrari possuía interesse em ingressar na Indy. A medida também seria uma forma de evitar demissões de funcionários com a instituição do teto orçamentário na Fórmula 1, já a partir do ano que vem, conforme já declarou o chefe ferrarista, Mattia Binotto.

A única participação oficial da Ferrari em Indianápolis foi em 1952, quando Alberto Ascari chegou apenas em 31º lugar nas 500 Milhas. Nos anos 80, a companhia fundada por Enzo Ferrari chegou a construir um carro, o Ferrari 637, bem como conversar com o vencedor da prova em 1986, Bobby Rahal, sobre ingressar na categoria, mas os planos não foram adiante.

Latest Posts

Álex Palou, nuevo piloto de Chip Ganassi Racing

Álex Palou llamó la atención en su...

Felix Rosenqvist se une a Arrow McLaren SP para 2021

Felix Rosenqvist se unirá a Arrow McLaren...

Ericsson renueva asociación con Chip Ganassi Racing para 2021 y más allá

Marcus Ericsson regresará al auto No. 8...

Honda liga tercer Campeonato de Fabricantes consecutivo

Para Honda Performance Development, la temporada 2020...