jueves, octubre 29, 2020

Disputa pela pole position da Indy 500 terá transmissão para o Brasil

Pole Day (FOTO: Doug Mathews/INDYCAR)
FOTO: Doug Mathews/INDYCAR

Estar no grid e largar na pole position nas 500 Milhas de Indianápolis são tão ou mais cobiçados até do que uma vitória em muitas provas do automobilismo mundial.

Pois esse ritual indispensável que antecede o Maior Espetáculo das Corridas poderá ser acompanhado de perto pelo fã da Fórmula Indy no Brasil: a classificação neste fim de semana será transmitida ao vivo, em dois dias, pelo canal por assinatura Bandsports e pelo serviço de streaming DAZN.

Os treinos classificatórios acontecem neste sábado (15) e domingo (16). O primeiro dia, que define quem largará nas posições 10 a 33 do grid, terá cobertura para o Brasil a partir das 16h.

O segundo dia reúne os nove mais rápidos do sábado, que possuem uma tentativa cada de marcar a pole e entram na pista em ordem inversa à posição que obtiveram na sessão inicial. No domingo, a batalha para definir quem larga na frente será exibida para os fãs brasileiros a partir das 14h.

A pole position é o lugar de onde saiu a maior parte dos vencedores das 103 edições já realizadas até hoje das 500 Milhas de Indianápolis: nada menos do que 21 ganhadores da corrida partiram da posição de honra. O último deles foi o francês Simon Pagenaud, atual campeão da prova, que em 2019 quebrou o tabu de vencer após sair da pole que já durava dez anos, desde o tricampeonato nas 500 Milhas do brasileiro Hélio Castroneves, em 2009.

Helinho, aliás, busca se isolar como o segundo maior polesitter da história da corrida: ele já comandou o grid em 2003, 2007, 2009 e 2010 e divide hoje a vice-liderança no ranking histórico com os americanos A. J. Foyt e Rex Mays, todos com quatro poles, duas a menos do que Rick Mears, histórico piloto da Penske, mesmo time de Castroneves. Tony Kanaan também já sentiu o gosto de abrir a primeira fila, em 2005, quando defendia a Andretti-Green.

A classificação neste ano também pode render uma das pole positions mais rápidas da história de Indianápolis. Com o aumento de potência nos motores provocado por elevação na pressão do turbo, que busca compensar o aumento de 27 kg no peso do carro gerado pela instalação do aeroscreen, a pole position deve ficar na casa de 370 km/h de média, com picos em torno de 380 km/h ao fim das retas.

As 500 Milhas de Indianápolis acontecem no dia 23 de agosto e manterão a tradição de mais de 30 anos de transmissões para o país. A prova será mostrada ao vivo pelo DAZN e em rede nacional de TV pela Band. A largada da corrida está prevista para 15h (horário de Brasília). Nos principais países de língua espanhola da América Latina, a prova também poderá ser vista ao vivo pelos fãs, através da plataforma ClaroVídeo.

Texto: Geferson Kern / colaborador Brasil do IndyCarLatinos.com

Latest Posts

Ericsson renueva asociación con Chip Ganassi Racing para 2021 y más allá

Marcus Ericsson regresará al auto No. 8...

Honda liga tercer Campeonato de Fabricantes consecutivo

Para Honda Performance Development, la temporada 2020...