jueves, octubre 22, 2020

Especial Indy 500: Louis Meyer, de contratado às pressas ao primeiro tricampeão

Faltam 23 dias para as 500 Milhas de Indianápolis. A idade de Louis Meyer, o primeiro homem a se tornar tricampeão das 500 Milhas, quando venceu a prova pela primeira vez, em 1928. Um feito ainda mais acentuado, à ocasião, pois Meyer era um rookie (novato), que só foi contratado quatro dias antes das classificatórias, para guiar o carro que havia sido terceiro colocado no ano anterior.

A prova de 1928 foi disputada sob padrões intensos de competitividade para a época. Na volta 180, os três primeiros colocados, Ted Gulotta, Jimmy Gleason e o próprio Meyer, estavam separados por meros 2s04. Meyer, um jovem nativo de Manhattan, tomou a ponta pela primeira vez na corrida na volta 182, já para não mais perdê-la. 

Ele, o terceiro colocado George Souders e o 12º, Dave Evans, foram os únicos entre os 14 que cruzaram a linha de chegada a não revezar seus carros com outros pilotos – estratégia relativamente comum à época, usada geralmente quando um piloto tido como um dos mais rápidos abandonava e buscava seguir na prova em outro carro.

Meyer se tornaria campeão da temporada da Indy ao final do ano e repetiria o feito em 1929 e 33. Neste último ano, faturou seu bicampeonato das 500 Milhas, quando resolveu beber buttermilk (soro do leite coalhado resultante do processo da fabricação da manteiga) após a prova. Em 36, venceu de novo e, já no Victory Lane, bebeu uma garrafa de leite, o que viraria um sinônimo de triunfo na lendária pista

Texto: Geferson Kern / colaborador Brasil do IndyCarLatinos.com

Latest Posts

Brasileiros voltam à pista em St. Petersburg para última rodada do Road to Indy

Texto: Geferson Kern/colaborador Brasil do IndyCarLatinos.com

Datos rápidos – GP of St. Petersburg

Fecha: Sábado 24 y domingo 25 de...

Fatos Velozes – GP de St. Petersburg

Data: Sábado (24) e Domingo (25 de...

Andretti, Foyt, Carpenter y McLaren: la lucha por $ 1 millón en la parte inferior de la parrilla

Texto: Geferson Kern/Colaborador de IndyCarLatinos.com Brasil

Andretti, Foyt, Carpenter e McLaren: a briga por US$ 1 milhão no fundo do pelotão

Texto: Geferson Kern/colaborador Brasil do IndyCarLatinos.com