jueves, octubre 29, 2020

Newgarden vence grande prova em Indianápolis e vantagem de Dixon cai quase pela metade

Texto original: Zach Horrall/IndyCar.com

Adaptação: Geferson Kern/colaborador Brasil do IndyCarLatinos.com

Josef Newgarden diminuiu quase pela metade a vantagem de Scott Dixon na briga pelo título da Fórmula Indy. O atual campeão venceu nesta sexta-feira (2) a prova 1 da rodada dupla de Indianápolis, disputada no circuito misto do tradicionalíssimo autódromo. Com seu terceiro triunfo na temporada, o americano fez a distância para o pentacampeão cair de 76 para 40 pontos. Ainda assim, Dixon pode ser campeão por antecipação na prova derradeira marcada para este sábado (3), desde que termine a corrida com 55 pontos de vantagem sobre Newgarden.

O bicampeão venceu após manobra decisiva na 60ª de 85 voltas, quando pressionava Colton Herta, com pneus desgastados, pela liderança. Na curva 1, Herta travou os pneus e perdeu a tangência, o que permitiu a ultrapassagem de Newgarden a apenas 25 voltas do fim. O piloto da Penske venceu com 14s2940 de vantagem para Alexander Rossi, numa grande prova repleta de disputas e manobras agressivas e que, mesmo assim, não contou com nenhuma bandeira amarela.

“Obrigado a todos que vieram”, disse Newgarden em referência à volta do público ao Indianapolis Motor Speedway, que permitiu a entrada de 10 mil fãs em cada dia de prova do fim de semana. “Tínhamos um foguete. Eu sabia desde a classificação. Fiquei surpreso em ver como o carro era rápido. Hoje foi uma grande luta, com tudo o que você quer ver numa corrida da Indy e eu tinha o carro mais rápido”, declarou.

A corrida começou com uma grande batalha entre o pole Rinus VeeKay, que conquistou seu primeiro pódio na categoria ao chegar em terceiro, com Herta, os dois pilotos mais jovens do grid, com 20 anos. Os dois se alternaram na liderança pelas primeiras 20 voltas, sempre comboiados por Newgarden, que jamais deixou o Top3. A lista dos cinco primeiros colocados da prova foi completada por Herta e Felix Rosenqvist, pole da prova de 2019 e melhor piloto da Chip Ganassi na prova.

Com chances de conquistar o título já nesta sexta-feira, Dixon era o sétimo colocado a duas voltas do fim quando, pressionado por Graham Rahal, saiu da pista na curva 7 e caiu para nono, sua posição final na prova. “Não sei o que aconteceu”, disse ele, que se mostrou descontente com o rendimento dos pneus. “É assim que as coisas acontecem. Foi realmente estranho e precisamos nos recompor rapidamente antes da prova 2”, resignou-se.

Esta foi a primeira vitória de Newgarden em Indianápolis desde sua conquista da Freedom 100, a preliminar das 500 Milhas de Indianápolis da Indy Lights, no circuito oval, em 2011. Antes, seu melhor resultado no circuito misto do icônico autódromo havia sido um sétimo lugar, na prova de julho. Foi também a primeira vitória da equipe Penske em Indianápolis desde que o complexo foi adquirido por Roger Penske, em janeiro.

A prova 2 da rodada dupla de Indianápolis acontece neste sábado, às 15h30, com transmissão ao vivo para o Brasil pelo canal por assinatura Bandsports e serviço de streaming DAZN. Antes, porém, acontece o treino classificatório de definição do grid de largada, às 11h20, também com transmissão do DAZN.

Latest Posts

Ericsson renueva asociación con Chip Ganassi Racing para 2021 y más allá

Marcus Ericsson regresará al auto No. 8...

Honda liga tercer Campeonato de Fabricantes consecutivo

Para Honda Performance Development, la temporada 2020...