martes, octubre 20, 2020

Road to Indy abre temporada em Elkhart Lake com Barrichello entre os favoritos

Texto: Geferson Kern – colaborador Brasil do IndyCarLatinos.com

Passados quase quatro meses desde a data original de abertura do campeonato, entre 12 e 15 de março, em St. Petersburg, enfim os jovens talentos do programa Road to Indy poderão acelerar seus carros pela primeira vez.

A rodada de abertura está marcada para este fim de semana, no circuito de Road America, em Elkhart Lake, como suporte à rodada dupla a ser disputada pela Fórmula Indy.

Chegar à categoria principal, logicamente, é o principal sonho dos jovens que alinharão pelas categorias USF2000 e Indy Pro 2000 – neste ano, a Indy Lights não será realizada, como parte dos planos de revitalizar a categoria já para 2021. Neste fim de semana, 37 pilotos, somadas as duas categorias, partem em busca dos seus sonhos por meio do programa, que revelou 23 dos 33 pilotos que largaram na última edição das 500 Milhas de Indianápolis.

Na categoria de entrada do sistema, um dos favoritos ao título possui um sobrenome de renome mundial: é o brasileiro Eduardo Barrichello, o Dudu, filho de Rubens Barrichello, famoso por seus anos na Fórmula 1, onde ainda hoje é o recordista de largadas.

Em sua estreia na USF2000, em 2019, Dudu teve dois quintos lugares como melhores resultados e chegou em 11º no campeonato pelas equipes Miller-Vinatieri, (que tem como um dos sócios o lendário kicker da NFL, Adam Vinatieri) e DEForce.

Para 2020, o filho mais velho de Rubinho (que correu na Indy em 2012, quando foi o melhor estreante das 500 Milhas de Indianápolis) se transferiu para a equipe Pabst, atual vice-campeã com o neozelandês Hunter McElrea. Antes da interrupção da temporada pela pandemia, Barrichello figurou entre os três mais rápidos em todas as sessões de pré-temporada, no circuito misto de Homestead.

Na USF2000, ele terá a companhia de outro brasileiro: Kiko Porto, 16 anos, atual vice-campeão da Fórmula 4 americana e que vai competir pela DEForce, por onde Dudu passou em 2019. Em Elkhart Lake, porém, o pernambucano estará ausente, após não receber autorização para entrar nos EUA em virtude das restrições causadas pela pandemia da covid-19.

Assim, na USF2000, Barrichello será o único representante do Brasil e da América Latina, ao menos na rodada de abertura. Na Indy Pro 2000, a representação latina fica a cargo dos mexicanos Moises de la Vara, oitava no último campeonato, e Manuel Sulaiman estreante e atual campeão da Fórmula 4 da América Central. Ambos defenderão a equipe DEForce.

Outra ligação dos latinos com a categoria será pela Juncos, de propriedade do argentino Ricardo Juncos (casado com a brasileira Danielle) e atual campeã entre as equipes. A equipe terá os americanos Sting Ray Robb (quarto colocado em 2019) e Nate Aranda, além do russo Artem Petrov. Neste ano, o grid da categoria será reforçado pela Andretti, tradicional time da Fórmula Indy que terá um carro para o canadense Devlin DeFrancesco, que veio da Fórmula 3 FIA.

As provas do Road to Indy em Elkhart Lake acontecem todas nesta sexta-feira (10). As corridas da USF2000 acontecem às 13h15 e 15h30, enquanto as provas da Indy Pro 2000 serão disputadas as 14h15 e 16h30, respectivamente, em horários de Brasília. A programação terá cobertura do aplicativo Road to Indy e pelo site www.roadtoindy.tv.

Latest Posts

Andretti, Foyt, Carpenter y McLaren: la lucha por $ 1 millón en la parte inferior de la parrilla

Texto: Geferson Kern/Colaborador de IndyCarLatinos.com Brasil

Andretti, Foyt, Carpenter e McLaren: a briga por US$ 1 milhão no fundo do pelotão

Texto: Geferson Kern/colaborador Brasil do IndyCarLatinos.com

Las matemáticas de la disputa por el título de IndyCar en St. Petersburg

Texto: Geferson Kern / colaborador Brasil de...

Dixon busca liderar campeonato «de principio a fin»

Texto: Bruce Martin para IndyCar.com