lunes, mayo 17, 2021

Simona de Silvestro volta às 500 Milhas de Indianápolis em equipe liderada por mulheres

Texto: Geferson Kern/Colaborador Brasil do IndyCarLatinos.com

A nova equipe Paretta Autosport anunciou nesta terça-feira (19) que estará presente na 105ª edição das 500 Milhas de Indianápolis, no dia 30 de maio. O time será liderado pela dirigente automobilística e da indústria automotiva Beth Paretta.

A suíça Simona de Silvestro, de 32 anos, ausente da Indy desde 2015 e que vinha participando de competições de GT como piloto oficial da Porsche, além da Fórmula E e o Supercars da Austrália, será a piloto do carro, que utilizará motor Chevrolet e será inscrito com o número 16.

A equipe é fruto da iniciativa Race for Equality & Change (Corrida pela Igualdade e a Mudança, em tradução livre), iniciada pela INDYCAR e o Indianapolis Motor Speedway no último mês de julho.

Segundo comunicado emitido pela Indy, a Paretta Autosport “vai integrar mulheres para garantir o fornecimento de oportunidades, nas áreas de competição, operações e funções administrativas, como logística, marketing e relações públicas”. Para buscar se classificar para a tradicionalíssima prova, a equipe terá suporte técnico da Penske.

“Hoje é o começo de compromisso em busca da igualdade no esporte, para encorajar mulheres a trabalhar duro para buscar seu lugar na mesa ou sua vaga no grid”, disse a chefe da equipe, Beth Paretta.

“A Indy 500 é a maior corrida do mundo e esperamos em breve ter o rosto de uma mulher no troféu Borg Warner”, continuou Paretta, que trabalhou em diversas empresas nos ramos automotivo e de competição, como a SRT (Street and Racing Technology) da FCA (Fiat Chrysler Automobiles), onde esteve envolvida no último título da marca Dodge na Nascar, em 2012, justamente pela Penske, com Brad Keselowski.

“Estamos satisfeitos de dar boas-vindas a Beth e sua equipe Paretta Autosport à Indy esse ano. A adição de sua equipe ao programa Corrida pela Igualdade e a Mudança vai garantir que a Indy e as 500 Milhas de Indianápolis continuem seu legado de ter presença feminina no grid em 2021”, disse Mark Miles, presidente e CEO da Penske Entertainment, empresa proprietária da Fórmula Indy e do autódromo de Indianápolis.

Já De Silvestro vai tentar sua sexta participação nas 500 Milhas de Indianápolis, prova que ela disputou de 2010 a 2013 e novamente em 2015, ano de sua última participação, pela Andretti. Seu melhor resultado foi um 14º lugar no ano de estreia, pela equipe HVM. Na Fórmula Indy, ela disputou as temporadas completas de 2010 a 2013, pela mesma HVM e a KV, Seu melhor resultado veio em 2011, com um quarto lugar em St. Petersburg. 

“Voltar a competir com Beth e sua nova aliança com a Penske é uma chance especial e rara na minha carreira”, disse a competidora europeia. “Ser parte da meta da diversidade e inclusão a todos, em especial às mulheres na Indy e no automobilismo em geral é muito importante para mim e para como eu gostaria de ver o futuro das competições”, encerrou.

Latest Posts

Rinus VeeKay obtiene primera victoria en INDYCAR

La creencia siempre ha estado ahí para...

Romain Grosjean, en pole para GMR Grand Prix

Hablemos sobre hacer una entrada triunfal.

Colton Herta seguirá con Andretti Autosport por varios años más

Gainbridge continuará llamando "hogar" a Andretti Autosport,...