martes, noviembre 30, 2021

Kanaan acredita “ter carro para ganhar” na rodada dupla do Texas

Aos 46 anos de idade e com a aposentadoria adiada por no mínimo duas temporadas, o brasileiro Tony Kanaan vai cheio de confiança para sua estreia na Fórmula Indy em 2021, no Texas. Neste fim de semana, o baiano vai pilotar pela primeira vez o carro #48 da atual campeã da categoria, a equipe Chip Ganassi, que nos circuitos mistos é conduzido por Jimmie Johnson, heptacampeão da Nascar. E Tony acha que pode retornar ao time defendido por ele de 2014 a 2017 já no topo do pódio.

Para as duas provas da rodada deste fim de semana, Kanaan espera o mesmo nível de competitividade que virou marca registrada do circuito texano. “É uma pista em que as corridas são sempre muito rápidas e super intensas. Acho que vai ser bem difícil, uma corrida em que os carros vão estar muito próximos. A categoria está super competitiva”, avaliou o brasileiro, que conquistou também num circuito oval, de altíssimas velocidades, sua única vitória pela Ganassi na carreira, em Fontana, na última etapa de 2014.

Vencedor no Texas em 2004, Kanaan estreia na temporada no carro que divide com o ex-Nascar Jimmie Johnson (foto: IndyCar)

Sobre as chances de um bom resultado no fim de semana, TK não titubeou. “Acho que a gente tem um carro para ganhar”, afirmou. “Minha expectativa nesse fim de semana não é segredo para ninguém: vou entrar para ganhar. A pista do Texas é uma que, no meu histórico, é uma das melhores pistas em termos de resultados obtidos e vamos estar lá tentando brigar. É uma corrida que vai ser super difícil, acho que os pit stops vão contar bastante”, avaliou o vencedor da prova do Texas em 2004 à TV Cultura, em coletiva virtual realizada nesta quinta-feira (29).

Kanaan ainda acredita em uma prova com mais disputas lado a lado do que nos últimos anos, em função das evoluções aerodinâmicas para o kit de circuitos ovais promovida pela IndyCar, bem como graças a um composto de pneus mais macio fornecido pela Firestone. “Difícil a gente ter uma corrida lado a lado o tempo, mas com certeza a gente fez tudo para que a gente consiga andar mais lado a lado”, disse. “Se der uma bandeira amarela a cinco voltas do final e todo mundo estiver de pneu novo, com certeza a gente vai ter um final daquele jeito”, em alusão ao fim da prova de 2016, em que foi terceiro a 0.090 do vencedor, Graham Rahal.

A programação da rodada dupla do Texas começa no sábado (1º), com treino livre único às 13h45, seguido do classificatório às 17h, ambos com transmissão ao vivo para o Brasil pelo site da TV Cultura e aplicativo Arena Indy. A primeira prova, também no sábado, começa às 20h30, com transmissão ao vivo no site da Cultura. No domingo, a emissora exibe na TV e internet a segunda prova, também ao vivo, a partir das 18h.

Texto: Geferson Kern/IndyCarLatinos.com/Fórmula Indy Oficial

Latest Posts

Se revela proyecto para el regreso del Chevrolet Detroit GP a centro de la ciudad

Cuando el Chevrolet Detroit Grand Prix presentado...

Rossi hace historia al dominar clase de Baja 1000

Alexander Rossi, estrella de la NTT INDYCAR...

De Vries y Vandoorne probarán maquinaria de INDYCAR en diciembre

Stoffel Vandoorne y Nyck de Vries, integrantes...

Johnson regresará a Race of Champions en 2022

Jimmie Johnson representará a la NTT INDYCAR...

Kirkwood sube a INDYCAR en el No. 14 de AJ Foyt Racing

El campeón reinante de Indy Lights, Kyle...