jueves, mayo 6, 2021

Andretti remaneja Herta para o carro #26 em 2021

Texto: Geferson Kern/Colaborador Brasil do IndyCarLatinos.com

A Andretti Autosport confirmou nesta terça-feira (8) que vai remanejar uma de suas principais estrelas, o jovem americano Colton Herta, para o carro #26 em 2021.

A medida faz parte de novo acordo entre a equipe e a Gainbridge, companhia que é parceira da equipe desde 2017 e também serve de patrocinadora das 500 Milhas de Indianápolis.

Herta vai pilotar o carro que desde o início do acordo entre a escuderia e a empresa vinha sendo guiado pelo compatriota Zach Veach, substituído nas três últimas provas de 2020 por James Hinchcliffe. Seu substituto no carro #88, alinhado em conjunto com a Harding-Steinbrenner, ainda não foi anunciado.

“Quero agradecer a todos que me ajudaram em minhas duas temporadas anteriores na Fórmula Indy, com Mike Harding e a família Steinbrenner, que me ajudaram ao longo da minha carreira no automobilismo”, disse o californiano de 20 anos.

“Para ser honesto, eu não estaria na Indy sem eles e nem teria orçamento para ter entrado na Indy Lights. Então sou muito grato a eles por terem me colocado nessa posição”, continuou.

“É ótimo para mim ver o quanto a Gainbridge tem se integrado à Indy, com comerciais na TV, patrocínio ao Indianapolis Motor Speedway e, obviamente, estar apto a defender as cores deles será ótimo”.

Alguns dos membros da equipe que cuidava de seu antigo carro #88 acompanharão Herta rumo ao #26, número que traz boas lembranças a ele e ao pai, o ex-piloto Bryan Herta.

“Voltar ao #26 é um bônus, pois sempre foi meu número no kart e era o número do carro do meu pai quando ele pilotava o Acura da Andretti-Green na categoria LMP2”, relembrou Colton, que terminou em terceiro na última temporada, com uma vitória na segunda prova da rodada dupla de Mid-Ohio.

Além de Herta, a Andretti terá outra vez Alexander Rossi e Ryan Hunter-Reay nos carros #27 e #28, respectivamente.

Já o #98, mantido em sociedade, entre outros, com o Herta mais velho, poderá ter novamente Marco Andretti na pilotagem, apesar da perda do financiamento de US$ 1 milhão dentro do programa Leaders Circle da categoria, em função do mau desempenho ao longo da última temporada. 

Latest Posts